Ferrari fará Superesportivo elétrico para competir com a Tesla

É difícil nadar contra a maré, mesmo para um nadador experiente como a Ferrari. A fabricante de Maranello pode até continuar torcendo o nariz para os carros autônomos, mas não vai mais ignorar os elétrico. A marca afirmou que fará um superesportivo 100% elétrico que possa competir com o novo Tesla Roadster.

A afirmação foi feita por Sergio Marchionne, chefão do Grupo FCA, para a Bloomberg, durante o Salão de Detroit (EUA). “Se existe um supercarro elétrico para ser construído, então a Ferrari será a primeira a lançá-lo, afirmou o executivo. “As pessoas estão maravilhadas com o que a Tesla conseguiu fazer com um supercarro: não estou tentando minimizar o que Elon fez, mas acho que é algo factível para todos nós”. Que alfinetada! Marchionne afirma que seu superesportivo movido a eletricidade será lançado antes de 2020.

Embora a marca tenha feito muito barulho ao lançar a híbrida LaFerrari com mais de 950 cv em 2013, as incursões da montadora nesse terreno da eletrificação foram bem modestas. Mas os planos da Ferrari para os próximos anos serão mais agressivos nesse sentido. A marca deve anunciar uma mudança de direção e o investimento em mais híbridos e elétricos ainda este ano, prometeu Marchionne.

Você pode gostar...